No centro do Isolamento
Sexta-feira, 24 de Março de 2006
Turvo
turvo.JPG

Já não escrevo em mim
Outras razões que não a mesma
Já nem sei se olho com a mesma clareza
Tão turvo que se tornou meu fim

Não penso sequer
Em passado nem futuro
Apenas num espelho baço
Vislumbre de claro e de escuro

Bailo antes contigo e em ti
Numa torrente de suor que inflama
Tua mente e a minha na ilusão louca
De palavras que de ti saem
E que tento calar com minha boca...



publicado por V. Pimenta às 18:50
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Foz

momentâneos

Turvo

Turbilhão de nada

iguarias

A QUÍMICA E A FÍSICA DOS ...

Efémera

Excertos

Sentenças...

...

arquivos

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds