No centro do Isolamento
Segunda-feira, 26 de Setembro de 2005
[...]
rainguitarr.JPG

Num cume erguido sobre uma cidade cinzenta
Vive tua alma triste e sorridente
Numa dicotomia latente
Onde me perco em solidão

Nem Deus sabe o que te apoquenta
Em cada suspiro, um trovão
Dessa tempestade em ti
Névoa de calmia em mim
Intempérie em teu coração...


publicado por V. Pimenta às 18:16
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 1 de Outubro de 2005 às 19:14
Se me permitir, atribuia a este seu poema o titulo "Intempérie do coração".
Foi agradavel lê-lo.
Cumprimentos.Maria do Céu Costa
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)


De Anónimo a 29 de Setembro de 2005 às 13:59
Gostei
está lindoArtaud
(http://www.artears.blogspot.com)
(mailto:vimux@hotmail.com)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Foz

momentâneos

Turvo

Turbilhão de nada

iguarias

A QUÍMICA E A FÍSICA DOS ...

Efémera

Excertos

Sentenças...

...

arquivos

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds