No centro do Isolamento
Sábado, 17 de Dezembro de 2005
#83
Não fala este mundo comigo faz hoje muitos dias
Nem sei sequer se alguma vez falou
Falam antes pássaros que só eu entendo
Gente que não toco
Só oiço
E apenas me ficam lábios e mãos
Estéreis e sós

Surgem-me figuras que pensava minhas
Mas são sombras de ilusão
São espectros irónicos
Fantasmas de solidão
De um isolamento puro em sentimento
Não de carne nem razão.
São de loucura
- Meu amor… Por onde andas?
São de espera…


publicado por V. Pimenta às 16:53
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 14:54
E o meu???...
Um abraço e Feliz Natal!João da Cal
(http://www.syncope.blogspot.com)
(mailto:joaodacal_syncope@hotmail.com)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Foz

momentâneos

Turvo

Turbilhão de nada

iguarias

A QUÍMICA E A FÍSICA DOS ...

Efémera

Excertos

Sentenças...

...

arquivos

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds