No centro do Isolamento
Segunda-feira, 3 de Maio de 2004
O Anti-Homem
portasUsa3.jpg
Colunas de homens sustentam a cúpula de outros.
Os mesmos que suportam na fragilidade dos músculos
[o soberbo deleite dos governantes
Que só governam a vida deles próprios.

Sim , porque eu mereço ser imortal nem que todos morram
Erguer-me perene num templo pleno
Resistente ao tempo e á erosão.

Só os ecos do meu gargalhar
A rasgar o assobio do vento.
O meu caminhar triunfante nas alamedas de ruínas de uma cidade
[sob um céu amarelo e preto

Uma pergunta....
- Que dirá a História de nós?
A Historia ficará muda, já estaremos todos mortos então...



publicado por V. Pimenta às 16:49
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 15 de Maio de 2004 às 14:16
Gostei mt. sinceramente.Nancy Boy
</a>
(mailto:)


Comentar post