No centro do Isolamento
Sábado, 19 de Fevereiro de 2005
Dias de Fim, Noites de que me esqueço
I

Onde estamos tu e eu?
Onde? Em que lugar nos quedamos perdidos
Intransigentes
Mal entendidos?
Nem sei que sentes
Nem teus braços estendidos
Nem sombras nem gentes
Te explicam
Me esclarecem a mim
Este rodopiar de desencontros
Em dias de fim.

Separados?
Nunca…
Talvez só um pouco
Ou nada ou sempre…
Nunca mais!
Talvez amanhã
Talvez hoje.
Deslizes de amor diferente
Que tanto me abraça como me foge.


publicado por V. Pimenta às 22:11
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2005 às 08:58
talvez
onde: desencontrados
mal entendidos: talvez
Separados: nunca
(http://www.artears.blogspot.com)
(mailto:)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2005 às 19:04
Não sei porquê, mas não me canso de ler e reler e revirar o texto de pernas para o ar...

Lindo!!!!!!!!!!!!!!Paula
(http://divinadecadencia.blogspot.com/)
(mailto:PirateJenny@sapo.pt)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Foz

momentâneos

Turvo

Turbilhão de nada

iguarias

A QUÍMICA E A FÍSICA DOS ...

Efémera

Excertos

Sentenças...

...

arquivos

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds